Página 2 de 12

Fundo do céu: o seu mundo interior

Recentemente, falamos sobre os quatro pontos cruciais que se apresentam diante dos nossos olhos nas mais variadas situações: o nosso mundo interior, os outros, as condições externas e o nosso lado comportamental.

Nesse post vamos falar sobre o nosso mundo interior, ou seja, que tipo de emoções, sentimentos, fantasmas ou suportes surgem no nosso interior ou no nosso ânimo para lidar com determinada situação. Às vezes o problema nem é tão grave, mas o desespero invade o nosso ser. Em contrapartida, pode acontecer de a situação ser gravíssima do ponto de vista externo e, ainda assim, haja tranquilidade e equilíbrio para lidar com ela. Logo, que recursos internos cada um de nós utiliza diante de uma situação da nossa vida?

Dependendo do planeta ou do signo que você tenha no fundo do céu, que é a área atribuída às questões interiores, do íntimo e da alma, o ambiente será um facilitador ou dificultador na hora de lidar com alguma questão que se apresentou. Por exemplo, uma pessoa que tenha Saturno na Casa 4: quando surge uma situação, mesmo que positiva, a sensação que surge é de apreensão, peso. Do ponto de vista positivo desse planeta ocorre uma estruturação, o encontro de si, do eixo. Já se você tem Vênus nessa Casa 4, quando aparece uma situação qualquer, mesmo que desafiadora, há um sentimento de conforto. Por isso, há uma tendência de se procurar uma situação confortável, agradável e não que cause dor ou desagrado. Já a Lua na Casa 4 revela uma pessoa que busca um útero, ou seja, um apoio, colo e abrigo para protegê-la e alimentá-la emocionalmente.

Dessa forma, dependendo do planeta ou signo nessa Casa 4, é possível ter uma avaliação das condições internas de cada um de nós diante de alguma situação da vida. Achou esse conteúdo muito curtinho? Ele faz parte do Módulo Casas e Interpretações, da Cia dos Astros. Você está convidado a mergulhar nesse universo astrológico incrível: https://www.ciadosastros.com.br/

Céu de Junho

O primeiro dia de Junho já começou com um aspecto bem sutil, mas ao mesmo tempo benéfico, principalmente a nível coletivo. Trata-se de Saturno em Capricórnio se harmonizando a Netuno em Peixes, período que vai de 02/06 a 03/07, e que favorece as ações, deixando a vida mais estruturada. Aquilo que representa segurança para você, e por isso mesmo provoca um certo medo de errar, pode agora ser mexido positivamente e melhor estruturado.

Vênus e Plutão em Trígono de 02/06 a 03/06 também vai favorecer a recuperação daquelas relações afetivas que estão por um fio. Mercúrio faz um Trígono com Urano de 06/06 a 08/06, deixando o intelecto positivamente estimulado e criativo.

A comunicação e os contatos sociais devem ficar mais voltados para as pessoas mais íntimas e mais queridas, quando Mercúrio passa pelo signo de Câncer no dia 04/06. Aproveite para fazer contato com aqueles que deixaram saudades durante a permanência dessa passagem, que vai até 26/06.

Outro planeta que muda de signo nesses dias é Vênus, que entra em Gêmeos no dia 08/06 e fica por lá até 03/07. O momento favorece os encontros sociais e a vontade de trocar informações e conversar.

Netuno tenciona o Sol de 08/06 a 10/06 e a Júpiter de 08/06 a 26/06, fazendo com que você descole um pouco da realidade pelo lado do Sol e aumente a ligação com o lado mágico, sutil ou espiritual da vida pelo lado de Júpiter. Procure manter um pé na realidade e faça um esforço para evitar o preconceito de crenças que você imagina universais, mas que no fundo cada um tem a sua. A palavra de ordem é respeite, principalmente porque de 09/06 a 11/06 ocorre outra tensão no céu, agora entre Sol e Júpiter, reforçando a tendência descrita anteriormente.

No dia dos namorados, Marte e Netuno iniciam um Trígono que vai de 12/06 a 15/06. O momento favorece as iniciativas de criar leveza e encantamento, algo muito propício a data. Porém, logo depois, Mercúrio conjunto a Marte (de 16/06 a 19/06) se opõe a Saturno (de 13/06 a 17/06). Aquilo que parecia leve acaba ficando pesado e cheio de obstáculos. Disciplina e constância na ação são qualidades necessárias e primordiais para o momento. Evite discussões muito ríspidas e decisões impulsivas, esse posicionamento será muito benéfico. Como Mercúrio estará em Trígono com Netuno de 15/06 a 17/06, talvez a intuição possa indicar saídas melhores do que o confronto verbal.

Marte e Mercúrio entram em rota de colisão com Plutão entre 18/06 e 21/06. Prepare-se para dias explosivos e tensos, já que o exagero pode estar presente na forma de você se expressar. Cuidado para não se arrepender amargamente depois, cautela e sangue frio são muito bem-vindos nesses dias.

O Sol entra no signo de Câncer em 21/06, mas o que isso quer dizer? Dessa data até 22/07 os dias são muito propícios para tratar de assuntos domésticos e estar mais presente nas rotinas de casa, com a família. Reforçar os vínculos com as pessoas que já confia também será algo muito prazeroso, mais do que buscar companhias de desconhecidos.

Tenha um certo cuidado com gastos no período que vai de 23/06 a 25/06, porque Vênus fica afligida por Júpiter e Netuno simultaneamente. Você pode acabar gastando demais e depois nem saber onde foi parar o dinheiro. Aliás, também não é o momento para se apaixonar, já que a percepção do que o encanta pode estar muito distorcida e inflada.

Mercúrio também migra para Leão de 26/06 a 19/07, favorecendo a comunicação cheia de entusiasmo que contagia positivamente os ouvintes.

Fechando o mês de Junho, entre os dias 26/06 e 28/06, Sol e Urano formam um Sextil. Isso eleva os ânimos, deixando você mais disposto a fazer mudanças pessoas ou implementar novos hábitos. Aproveite o momento!

Memórias do ponto de vista astrológico

Há basicamente três níveis de memória do ponto de vista astrológico, baseados na Lua, em Mercúrio e em Saturno.

A Lua no mapa astral, por exemplo, representa as emoções. Por isso, quando o assunto é memória, ela fala de tudo ligado às emoções e impressões recebidas, de alguma forma, que ficaram gravadas em nós. Quando vivemos uma situação é a Lua que registra tudo o que foi sentido e despertado por determinado tipo de acontecimento.

A memória relacionada a Mercúrio é completamente diferente da memória relacionada à Lua. Quando falamos da memória de Mercúrio, falamos de uma memória isenta de emoções. Em primeiro lugar, Mercúrio rege os signos de Gêmeos e Virgem. Quando nos referimos à memória mercuriana de Gêmeos, estamos falando de todas as informações que captamos, guardamos e recorreremos, quando necessário. Quando se estuda para uma prova, por exemplo, é Mercúrio que cataloga as informações. Além disso, ainda pelo lado de Gêmeos, também existe a memória dos deslocamentos, ligada aos nomes das ruas, das pessoas, dos caminhos pelos quais percorremos, quais são mais rápidos, etc. Isso também tem um pouco a ver com Virgem, muito embora a curiosidade de buscar a informação seja de Gêmeos.

Do ponto de vista da memória mercuriana de Virgem, podemos relacionar à precisão ou inteligência do movimento, entre outras coisas. Basta pensar numa pessoa que realiza movimentos mínimos e precisos, como um pianista, por exemplo. Aqui vamos encontrar a técnica do pianista que estuda uma obra e sabe qual a movimento que deve ser executado a cada milisegundo para tocar a nota desejada. Além disso, Mercúrio do ponto de vista Virgem está ligado a forma como se guarda a memória, ou seja, toda vez que se executa algum movimento automático, desde escovar os dentes até coisas mais complexas do cotidiano, isso está ligado a Mercúrio. Dessa forma, a inteligência de Mercúrio identifica o caminho, a sequência e o movimento mais rápido e eficiente a ser realizado.

Já a memória ligada a Saturno funciona por acumulação de experiências. Trata-se de uma memória que acumula erros e acertos ao longo da vida e que permite identificar o que foi feito corretamente ou não. Às vezes, essa memória tem a ver com experiências muito dolorosas, já que Saturno busca excelência, e, portanto, é muito crítico com os erros, o que pode nos travar, por assim dizer, deixando um rastro de preocupação ou insegurança de fazer e dar errado novamente. O que pode ser feito, então? Podemos usar a experiência passada para fazer algo diferente e melhor.

Achou esse post muito curtinho? Conheça o Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: www.ciadosastros.com.br

 

A Cruz do Mapa Natal e seus 4 pontos cruciais

A Astrologia trata de um universo muito amplo de temas que tocam a vida humana, o indivíduo e suas circunstâncias de vida. Diante de qualquer fato, existem quatro pontos cruciais que se apresentam diante dos seus olhos nas mais variadas situações. O primeiro diz respeito a tudo aquilo que vem de dentro, o seu mundo interior e suas condições internas. Aquilo que faz com que seja determinado estado de espírito seja provocado em você.

O segundo diz respeito aos outros, aqueles que surgem diante de uma situação e são aquelas pessoas – colaboradores ou parceiros – com quem você é obrigado a lidar.

O terceiro ponto trata das condições externas: o mundo lá fora e tudo aquilo que é exterior a você, que inclusive pode ser um elemento facilitador ou perturbador, embaraçando ou desembaraçando a situação. Finalmente, o ponto que diz respeito a você: como é o seu comportamento diante das mais diversas circunstâncias; como você conduz a situação e como dirige o carro nessa estrada de acontecimentos.

Esses quatro pontos estão apontados no mapa natal, através da cruz do mapa; Ascendente, Fundo do Céu, Descendente e Meio do Céu. Dependendo do signo que se encontra em um destes quatro pontos, os planetas que estão posicionados nas casas 1, 4, 7 e 10, e do formato ou do desenho das condições que estes planetas se encontram, é possível descrever com detalhes o desempenho desses 4 pontos.

Dessa forma, é possível antecipar qual é a natureza dessas situações que se apresentam em relação ao seu mundo interno, suas condições de alma, o seu encontro com os outros nos mais variados eventos, as condições externas e como você maneja individualmente cada uma dessas situações.

Achou esse conteúdo muito curto? Nos próximos conteúdos descreveremos separadamente cada um desses pontos com alguns exemplos de como funcionam signos e posições planetárias.

Conheça o Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: https://www.ciadosastros.com.br/

Como funciona o Mapa Composto?

Todo mundo já ouviu falar de Sinastria, mas nem todos sabem como funciona um Mapa Composto, embora ele seja extremamente assertivo. Para que você entenda como funciona a dinâmica do mapa composto é importante pensar no seguinte: quando duas pessoas estão juntas existem dois mapas natais diferentes, mas quando elas interagem existe uma energia resultante da soma destes mapas.

A Astrologia consegue medir a interação entre dois mapas astrológicos, mostrando de que forma essas energias se encaixam, a partir do cálculo dos pontos médios dessa interação de pessoas. Esse cálculo pode ser feito para amigos, casais, mas também combinando diversos mapas.

Vamos supor que duas pessoas estejam interagindo e, de repente, chega um terceiro indivíduo. Quando isso acontece há uma mudança na forma de interação, já que em vez de dois mapas passam a existir três. Dessa forma, a energia na dinâmica de grupo também é modificada. Se chegar uma quarta pessoa, a média dessas energias também vai mudar. Outro exemplo de situação é quando você está em um local com algumas pessoas e uma delas vai embora. Dependendo da energia daquela pessoa, o ambiente fica mais ou menos triste, animado, entre outras coisas.

A Astrologia possui uma técnica específica para medir a interação de mapas, tanto para casais quanto para grupos, possibilitando o entendimento das energias combinadas. Achou esse conteúdo muito curtinho e quer saber mais? Conheça o Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: https://www.ciadosastros.com.br/

Céu de Maio

O mês de Maio já começa sob Saturno retrógrado (retrogradação esta que se iniciou em 29/4 e vai até 18/09/19). Será um período positivo para rever tudo o que você achava que estava bem estruturado e seguro, mas pode não estar. Esse período é muito propício para identificar o que precisa ser melhorado em todas as áreas da sua vida e efetivamente fazê-lo. Então, mãos à obra.

Mercúrio faz diversos aspectos logo no início do mês, alguns positivos e outros nem tanto. Primeiro, sofre uma severa quadratura de Plutão do dia 02 a 03/05, o que torna a comunicação penetrante e contundente. É importante ter cuidado com o que fala ou escreve, para não ferir sentimentos e suscetibilidades. Ao mesmo tempo, Mercúrio recebe um trígono positivo de Júpiter no mesmo período, facilitando a comunicação e o pensamento amplo e otimista. Bons insights podem surgir!

Do dia 04  ao dia 07/05 é Marte que se desentende com Júpiter, acirrando os ânimos competitivos e podendo gerar desavenças. O ideal é direcionar todo esse excesso de energia em atividades mais salutares, como esportes, ginástica ou ações em que você possa atuar de forma mais autônoma e independente da intenção dos demais, a fim de não desperdiçar todo o potencial em conflitos e não avançar no que precisaria.

Mercúrio ingressa em Touro em 06/05 e fica neste signo até 21/05. Isso faz com que a forma de pensarmos e de aprendermos fique mais lenta, literal, mas ao mesmo tempo prática. Se você tiver que fazer um comunicado ou palestra ou, até mesmo, ensinar alguém neste período, procure ser bem direto e use uma abordagem o mais concreta possível. Evite o raciocínio subjetivo enquanto Mercúrio está em Touro, será muito mais eficaz. Por outro lado, o que se aprende tende a ser bem assimilado e dificilmente esquecido. Saturno dá uma bela tolhida em Vênus de 06 a 08/05, dificultando bastante as relações sociais e afetivas. Como se não bastasse, Plutão também incomoda Vênus no período de 08 a 10/05, o que pode causar rupturas em relacionamentos. Outro problema que precisa ser alertado é a possibilidade de perdas financeiras com Plutão/Vênus nessa vibração. Por isso, cuidado com atividades que envolvam risco financeiro nesse período, ou seja, investimentos e empréstimos.

Mercúrio e Urano entram em conjunção entre 07 e 08/05, o que pode propiciar insights e ideias criativas para solucionar velhos problemas. Com o Sol em sextil a Netuno de 07 a 10/05, a dica é não deixar de ouvir a sua intuição. Ela estará mais presente e assertiva do que de costume!

Finalmente, Vênus e Júpiter em harmonia entre 08 e 10/05 será um presente para as uniões afetivas, os relacionamentos amorosos e os encontros sociais. Que tal um jantar num lugar diferente? Aproveite o que o céu oferece!

A seguir, há diversos aspectos positivos no céu. Começando por Saturno em trígono ao Sol de 10 a 12/05, favorecendo o recolhimento do seu esforço, principalmente por superiores hierárquicos ou pessoas mais velhas. Logo depois, de 12 a 15/05, Sol e Plutão também fazem um trígono, aumentando a autoconfiança e sensação de empoderamento pessoal. No meio de tudo isso, Marte/Vênus em harmonia de 12 a 15/05 facilita a paquera, o flerte e os prazeres que só os pares afetivos vão curtir. Mercúrio em sextil com Netuno entre 15 e 16/05 ainda vai privilegiar a linguagem não verbal, o que pode ser bem interessante para os casais nesse momento.

No dia 15/05, Vênus passa a transitar pelo signo de Touro até 08/06, dando um toque de sensualidade e sedução às parcerias românticos. Marte também muda de signo e entra em

Câncer a partir de 16/05 até 010/7, fazendo com que as iniciativas sejam mais direcionadas à proteção das pessoas mais íntimas e próximas de nós. As ações e as reações com o mundo externo também passam a ser mais cautelosas e menos diretas.

Mercúrio fica em harmonia a Saturno e a Plutão entre 16 e 18/05, facilitando o raciocínio profundo e prático. Questões complexas e que dependem de um exame profundo poderão ser melhor equacionadas nesses dias.

Vênus e Urano ficam juntos de 17 a 19/05, fazendo com que tenhamos maior necessidade de estimulação social. É um bom momento para paquerar ou fazer algo bem diferente a dois. Logo a seguir, entre 20 e 24/05, Marte e Urano também ficam de bem, propiciando a superação de obstáculos de maneira inovadora e criativa, inclusive facilitando a liderança de grupos, desde que ordens não sejam impostas. Como o Sol e Mercúrio estarão conjuntos entre 20 e 22/05, será um período especialmente criativo e intelectualmente estimulante.

O Sol entra no signo de Gêmeos no dia 21/05, marcando o início de um período em que a comunicação, o networking, o ensino e aprendizado ficam bem mais enfatizados. No entanto, é aconselhável tomar um certo cuidado com as transações comerciais, as comunicações e os deslocamentos, enquanto Mercúrio e Netuno ficam se desentendendo, o que ocorre de 29 a 30/5, pois a chance de mal-entendidos e enganos aumenta bastante. No mesmo período, Vênus e Netuno vão criar o clima necessário para aproveitar tudo o que possa encantar a alma: um bom filme, uma boa música, artes ou um ótimo jantar romântico.

Logo a seguir, Vênus faz trígono a Saturno, de 30 a 31/5, ajudando a consolidar a conexão sentimental iniciada logo antes por Netuno.

Mercúrio oposto a Júpiter de 30 a 31/05 também deve provocar uma forte estimulação intelectual no finzinho de mês. Por isso, não se surpreenda se tiver que viajar ou fazer diversos deslocamentos pela cidade nesses dois dias.

Progressões secundárias: Lua progredida em quadratura com Vênus Natal

A técnica de progressões secundárias é uma das muitas técnicas astrológicas utilizadas para compreender as mais diversas situações. Nas progressões secundárias, por exemplo, a Lua assume um fator preponderante, podendo ter efeitos muito mais rápidos do que toda a gama planetária no mapa natal.

Você pode, por exemplo, selecionar a Lua progredida em quadratura com Vênus para análise. Trata-se de um aspecto difícil, que fala sobre os relacionamentos. É possível saber como são as trocas e partilhas, se o relacionamento é baseado na troca de amor e afeto ou se há outros tipos de partilha, como nas relações de contrato. Sob um aspecto tenso, como no caso de uma quadratura, normalmente haverá algum ponto de dificuldade ou bloqueio. Alguns podem ter até algum colapso na relação, claro que para que isso ocorra a relação já deve estar desgastada. Nesse sentido, alguns relacionamentos chegam ao fim, outros precisam ser recondicionados. Também podem ocorrer dificuldades com os parceiros de afeto, curiosamente isso também vai atingir outros níveis, para além dos relacionamentos. De que forma? Fisicamente, ou seja, o corpo também será atingido ou os objetos que você utiliza no dia a dia.

Vênus pode revelar uma vulnerabilidade – lembrando que vulnerabilidade não é fatalidade – no aparelho reprodutor interno, rins ou região lombar, por exemplo, que são áreas propensas a problemas quando você passa por uma Lua progredida em quadratura com Vênus. Outras situações possíveis de se vivenciar são as de lentidão em contratos, pactos ou dificuldades de formular acordos. Algumas pessoas podem ter dificuldades com mulheres mais novas, porque Vênus está ligado ao feminino, ou ainda mulher bonitas, já que o planeta também está ligado a estética. Outros terão dificuldades com librianos ou taurinos – lembrando que se trata da ênfase, não do Sol. Pode ser Sol, Lua, Ascendente ou outros planetas. A dificuldade preponderante será a de entrar em acordo.

O Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros demonstra como esse aspecto pode afetar outras instâncias da sua vida, ou seja, como essa quadratura da Lua com Vênus pode atingi-lo em relação aos seus filhos ou processo de criação, entre outras coisas.

Curtiu esse conteúdo? Ele é só uma prévia do que você vai estudar em Progressões no nosso curso! Saiba mais: www.ciadosastros.com.br

Casa 12 e a atuação de forças ocultas

A Casa 12 é uma das áreas mais complexas do mapa natal, porque é um desafio entender e explicar a atuação dos planetas e dos signos posicionados nesta casa. No entanto, o maior desafio é vivenciar as diversas situações que surgem diante dos nossos olhos perante a Casa 12.

Essa casa em questão está ligada a todas as experiências da vida que fogem ao nosso controle. Como todo mundo possui uma Casa 12 no mapa natal, inevitavelmente,  todos enfrentam as situações que surgem quando estão diante do desconhecido, imponderável ou de quando não há nada a fazer.

Essas situações vivenciadas no âmbito da Casa 12 ultrapassam nossos desejos, possibilidades e iniciativas. É por assim dizer que as situações surgirão, independente das interferências e atos que você possa produzir. É uma área de baixíssima atuação do EU. Essas situações tem a ver com as circunstâncias da vida, com as linhas do destino, com as conjunturas e, é claro, com o inevitável.

Um exemplo muito prático de situações vividas na Casa 12, por exemplo, seria estar em um engarrafamento e enxergar mais a frente quilômetros de carros num viaduto que você terá que atravessar. Não se pode fazer nada, a não ser seguir o fluxo. Outro exemplo: a pessoa está no aeroporto para embarcar e os vôos foram cancelados, porque está sem teto para decolagem, outra típica situação que não depende de você. O mesmo aconteceria durante uma intervenção cirúrgica na qual o paciente está anestesiado portanto, fora da cena e tudo que se pode fazer é confiar na perícia do cirurgião, assim como do piloto, e esperar que tudo ocorra da melhor maneira possível.

Dependendo do planeta e do signo que estiverem na Casa 12, ou até mesmo de quantos planetas estiverem posicionados nela, o mapa vai descrever como a pessoa vivencia esse tipos de situações, o nível de entrega, de aceitação ou não aceitação, de comunhão ou não com aquela tal circunstância do imponderável. Dependendo das condições da Casa 12 é possível saber, ainda, se a pessoa é do tipo que não faz as coisas quando estão ao seu alcance, por exemplo, mas que de repente resolve atuar justamente naquela situação que está além da sua capacidade de gerenciar.

Em resumo, a Casa 12 remete a tudo aquilo que é imponderável e desconhecido. As circunstâncias pioram ou suavizam, elas vem em auxílio ou são complicadoras da situação. Curtiu esse conteúdo?

Descubra mais sobre as forças ocultas da Casa 12, no Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: www.ciadosastros.com.br

 

Nodos Lunares

É impressionante interpretar os Nodos lunares e perceber que esses pontos fazem sentido na vida de cada um de nós. Nesse post você vai entendê-los, não como Nodo Norte ou Nodo Sul, mas como eixos.

Esse eixo, também chamado de Eixo Nodal, caminha em movimento retrógrado, ao contrário do movimento natural dos planetas, e possui um ciclo zodiacal de cerca de 19 anos, ou seja, 1 ano e 7 meses aproximadamente por signo. A cada 19 anos e meio aproximadamente, parece que há um estalo que nos empurra para algum tipo de vivência importante. Isso acontece toda vez que ocorre esse Retorno Nodal, como é chamado. Ou seja, somos impelidos a fazer algo em determinada direção.

O significado essencial, Nodo, quer dizer nó. Então, quando falamos de nó, é como se se pegássemos dois pedaços de barbante, os entrelaçamos e os juntamos. Essa amarração significa simbolicamente um encontro. Eram dois pedaços que estavam sozinhos, foram entrelaçados e formaram, então, um vínculo, um nó. Na Astrologia cada palavra é carregada de significados simbólicos, então, nesse contexto, nó, encontro e vínculo, são palavras escolhidas para representar as questões ligadas aos Nodos Lunares. Entre outros fatores do mapa, os Nodos Lunares proporcionam a formação de vínculo entre pessoas, de acordo com as características do Eixo Nodal natal e de trânsitos do Eixo Nodal sob os demais pontos do seu mapa.

Mas o que é o Eixo Nodal, afinal? É o encontro entre a trajetória da órbita do Sol com a trajetória da órbita da Lua em relação à Terra. Simbolicamente, é também o encontro do masculino (Sol) com o feminino (Lua). Quando pensamos em termos Nodos Lunares, sempre remetemos a essa conexão e ligação entre masculino e feminino. Portanto é como se fosse um casamento, tanto no sentido literal como no figurado, por exemplo quando você conhece – encontra – alguém que muda a direção da sua vida. Essa situação simbólica tem a ver com os Nodos Lunares.

Os Nodos Lunares também são chamados de Cabeça e Cauda do dragão. A cabeça (NodoNorte); cauda do dragão (Nodo Sul). Imagine que você é um dragão: sua cabeça está voltada para uma direção e sua cauda para a direção oposta. O Eixo Nodal também pode ser entendido simbolicamente como o movimento de onde você veio para onde você vai.

O Eixo Nodal também revela a entrada de pessoas significativas na sua vida. É o encontro que traz uma espécie de luz e muda a sua rota, como por exemplo: alguém na sua empresa disse pra você estudar informática e você achou a ideia interessante, embora nunca tenha pensado na possibilidade anteriormente. Colocando o estudo em prática, de repente, você se vê num rumo promissor. Esse é o típico encontro provocado pelo Eixo Nodal, aquele que muda a direção da sua vida.

Outro significado interessante é o do Nodo Norte, que remete ao tipo de elo que se busca numa relação ou relacionamento. Se voltarmos para o símbolo do dragão, podemos pensar no seguinte: se você veio da cauda, lá já conhece tudo. No entanto, à medida que você vai caminhando na direção apontada pela cabeça do dragão, plim: encontra o novo. É aí que as novidades podem acontecer, portas podem se abrir, pessoas significativas podem aparecer e é também a partir de lá que o universo se abre. É isso que o Nodo Norte indica: para onde a sua vida pode caminhar para que as coisas deem certo.

Finalmente, é importante pontuar que não se deve desprezar o Nodo Sul (cauda) em detrimento do Nodo Norte (cabeça). Na verdade, um não nega o outro. O que ocorre é que somente usando a força do Nodo Sul (o nosso comportamento automático) é conseguimos buscar com sucesso a direção do Nodo Norte (o que nos desafia, nos mete medo, mas pode abrir incríveis possibilidades).

Curtiu esse conteúdo, mas achou ele muito curto? Venha estudar os Nodos Lunares e muito mais, no Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: www.ciadosastros.com.br

*Esse conteúdo foi baseado em apenas uma parte da Palestra que Sérgio Pupo fez em

fev/19 num evento do SINARJ sobre Nodos Lunares.

Você pode assistir a palestra completa no Youtube aqui!

Futuro: como você lida com ele?

O futuro é um assunto bastante interessante e curioso, mas o que será que a Astrologia diz sobre ele?

Algumas pessoas se programam para a vida lá na frente; “ah, eu vou me aposentar aos 65 anos”, “vou viajar para tal lugar daqui a 5 anos” ou “vou mudar de casa daqui a 2 anos”, por exemplo, são afirmações bem comuns de se ouvir. Por incrível que pareça essas pessoas planejam, programam e conseguem esses projetos de vida com muita facilidade. São pessoas que têm foco e clareza no futuro e executam seus projetos, passando longe do abstrato do “quem sabe um dia”.

Por outro lado, existem aquelas pessoas que costumam usar a expressão “o futuro a Deus pertence”, “um dia”, “eu ei de conseguir” e por aí vai. Como se o futuro fosse algo sem forma, muito vago e a mercê do acaso, do destino e das circunstâncias, fazendo com que elas se sintam direcionadas para este tipo de percepção, porque estão com outro foco na vida.

Existem também aquelas pessoas que jogam possibilidades, ações e tudo o mais lá pra frente, do tipo “quando der, eu faço”. Ações essas que elas teriam a perfeita condição de fazer no momento presente.

Também existem as pessoas que estão extremamente envolvidas com o momento presente, com o imediato. Por isso, tendem a ter uma vida acelerada, com muitas emergências, de modo que elas não têm condições de se imaginar no futuro. Isso pode ser explicado pelas situações vividas, que as trazem sempre para o instante, o agora, o presente.

Esse assunto é abordado pela casa 11 – através dos signos, planeta regente e outros planetas – que mostra como a projeção do futuro funciona na vida de uma pessoa. O tema faz parte do Curso de Formação em Astrologia da Cia dos astros: www.ciadosastros.com.br

Página 2 de 12