Mês: junho 2019

As conjunções e suas peculiaridades

Se você acha que toda conjunção entre dois planetas é igual, saiba que elas têm as suas peculiaridades. Em primeiro lugar, uma conjunção é um diálogo forçado entre eles. É como se você pegasse dois indivíduos e os forçasse a ficarem juntos. Se eles são amigos e têm naturezas semelhantes, eles vão se dar muito bem. Por outro lado, se os dois forem inimigos e com naturezas conflitantes, vão acabar batendo cabeças entre si.

Há mais algumas características bem interessantes nas conjunções. Quanto mais apertadas forem elas forem, ou seja, quanto mais próximos os planetas estiverem um do outro, menos consciência você tem deles individualmente. Até chegar o momento em que a órbita entre eles é tão estreita que não é possível perceber a atuação dos dois planetas conscientemente. Dessa forma, quanto mais afastada for essa conjunção, ou seja, maior for a órbita, mais fácil será perceber sua atuação.

Outra peculiaridade é a ordem em que eles aparecem (sempre olhando na direção do zodíaco). Uma conjunção de Saturno com Júpiter, por exemplo, é bem diferente da conjunção na ordem inversa, ou seja, Júpiter com Saturno. A ordem dos planetas na conjunção, o que alguns astrólogos chamam de enquadramento, determina de que forma eles atuam no comportamento de uma pessoa. Dessa forma, o planeta que vem antes no mapa natal é que inicia a geração de eventos e o planeta que o sucede vai complementá-lo. Uma conjunção onde Júpiter vem antes de Saturno, por exemplo, começa pela atuação de Júpiter, procurando expandir e ampliar o que é bom, o que é gostoso e o que faz a vida dar certo. As expectativas começam altas, até o momento em que Saturno aparece, dando um choque de realidade e mostrando que as coisas vão acontecer conforme as características o que a realidade permitir (Saturno). Mas e se ocorre o contrário: Saturno antes de Júpiter? Primeiro surge o ímpeto de Saturno em deixar tudo estruturado, perfeito, como se para ir adiante precisássemos cumprir vários protocolos, o que retarda a ação. E depois vem Júpiter, substituindo a rigidez por maior leveza. Em qualquer caso que existe uma conjunção no mapa natal, a atuação de cada planeta sempre ocorrerá forçadamente em para com o companheiro da conjunção, e nunca de forma independente.

A partir desses exemplos fica mais fácil perceber que o funcionamento das conjunções variam conforme a órbita, a afinidade e a sequência (no zodíaco) dos planetas.

E se a conjunção for de 3 planetas, por exemplo, Vênus, Sol e Urano juntos no mapa natal: primeiro vem Vênus, que é o aparelho sedutor das pessoas, que faz com que o indivíduo se apresente de forma simpática. Posteriormente, o brilho do Sol aparece, e na sequência surge Urano, indicando talvez a necessidade de espaço, independência.

Dependendo da ordem dos planetas na conjunção, o comportamento da pessoa se modifica e isso é bastante interessante de se notar na análise do mapa natal.

Curtiu esse tema e quer saber mais? Nós falamos sobre isso no Curso de Online de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: https://www.ciadosastros.com.br/

Fundo do céu: o seu mundo interior

Recentemente, falamos sobre os quatro pontos cruciais que se apresentam diante dos nossos olhos nas mais variadas situações: o nosso mundo interior, os outros, as condições externas e o nosso lado comportamental.

Nesse post vamos falar sobre o nosso mundo interior, ou seja, que tipo de emoções, sentimentos, fantasmas ou suportes surgem no nosso interior ou no nosso ânimo para lidar com determinada situação. Às vezes o problema nem é tão grave, mas o desespero invade o nosso ser. Em contrapartida, pode acontecer de a situação ser gravíssima do ponto de vista externo e, ainda assim, haja tranquilidade e equilíbrio para lidar com ela. Logo, que recursos internos cada um de nós utiliza diante de uma situação da nossa vida?

Dependendo do planeta ou do signo que você tenha no fundo do céu, que é a área atribuída às questões interiores, do íntimo e da alma, o ambiente será um facilitador ou dificultador na hora de lidar com alguma questão que se apresentou. Por exemplo, uma pessoa que tenha Saturno na Casa 4: quando surge uma situação, mesmo que positiva, a sensação que surge é de apreensão, peso. Do ponto de vista positivo desse planeta ocorre uma estruturação, o encontro de si, do eixo. Já se você tem Vênus nessa Casa 4, quando aparece uma situação qualquer, mesmo que desafiadora, há um sentimento de conforto. Por isso, há uma tendência de se procurar uma situação confortável, agradável e não que cause dor ou desagrado. Já a Lua na Casa 4 revela uma pessoa que busca um útero, ou seja, um apoio, colo e abrigo para protegê-la e alimentá-la emocionalmente.

Dessa forma, dependendo do planeta ou signo nessa Casa 4, é possível ter uma avaliação das condições internas de cada um de nós diante de alguma situação da vida. Achou esse conteúdo muito curtinho? Ele faz parte do Módulo Casas e Interpretações, da Cia dos Astros. Você está convidado a mergulhar nesse universo astrológico incrível: https://www.ciadosastros.com.br/

Céu de Junho

O primeiro dia de Junho já começou com um aspecto bem sutil, mas ao mesmo tempo benéfico, principalmente a nível coletivo. Trata-se de Saturno em Capricórnio se harmonizando a Netuno em Peixes, período que vai de 02/06 a 03/07, e que favorece as ações, deixando a vida mais estruturada. Aquilo que representa segurança para você, e por isso mesmo provoca um certo medo de errar, pode agora ser mexido positivamente e melhor estruturado.

Vênus e Plutão em Trígono de 02/06 a 03/06 também vai favorecer a recuperação daquelas relações afetivas que estão por um fio. Mercúrio faz um Trígono com Urano de 06/06 a 08/06, deixando o intelecto positivamente estimulado e criativo.

A comunicação e os contatos sociais devem ficar mais voltados para as pessoas mais íntimas e mais queridas, quando Mercúrio passa pelo signo de Câncer no dia 04/06. Aproveite para fazer contato com aqueles que deixaram saudades durante a permanência dessa passagem, que vai até 26/06.

Outro planeta que muda de signo nesses dias é Vênus, que entra em Gêmeos no dia 08/06 e fica por lá até 03/07. O momento favorece os encontros sociais e a vontade de trocar informações e conversar.

Netuno tenciona o Sol de 08/06 a 10/06 e a Júpiter de 08/06 a 26/06, fazendo com que você descole um pouco da realidade pelo lado do Sol e aumente a ligação com o lado mágico, sutil ou espiritual da vida pelo lado de Júpiter. Procure manter um pé na realidade e faça um esforço para evitar o preconceito de crenças que você imagina universais, mas que no fundo cada um tem a sua. A palavra de ordem é respeite, principalmente porque de 09/06 a 11/06 ocorre outra tensão no céu, agora entre Sol e Júpiter, reforçando a tendência descrita anteriormente.

No dia dos namorados, Marte e Netuno iniciam um Trígono que vai de 12/06 a 15/06. O momento favorece as iniciativas de criar leveza e encantamento, algo muito propício a data. Porém, logo depois, Mercúrio conjunto a Marte (de 16/06 a 19/06) se opõe a Saturno (de 13/06 a 17/06). Aquilo que parecia leve acaba ficando pesado e cheio de obstáculos. Disciplina e constância na ação são qualidades necessárias e primordiais para o momento. Evite discussões muito ríspidas e decisões impulsivas, esse posicionamento será muito benéfico. Como Mercúrio estará em Trígono com Netuno de 15/06 a 17/06, talvez a intuição possa indicar saídas melhores do que o confronto verbal.

Marte e Mercúrio entram em rota de colisão com Plutão entre 18/06 e 21/06. Prepare-se para dias explosivos e tensos, já que o exagero pode estar presente na forma de você se expressar. Cuidado para não se arrepender amargamente depois, cautela e sangue frio são muito bem-vindos nesses dias.

O Sol entra no signo de Câncer em 21/06, mas o que isso quer dizer? Dessa data até 22/07 os dias são muito propícios para tratar de assuntos domésticos e estar mais presente nas rotinas de casa, com a família. Reforçar os vínculos com as pessoas que já confia também será algo muito prazeroso, mais do que buscar companhias de desconhecidos.

Tenha um certo cuidado com gastos no período que vai de 23/06 a 25/06, porque Vênus fica afligida por Júpiter e Netuno simultaneamente. Você pode acabar gastando demais e depois nem saber onde foi parar o dinheiro. Aliás, também não é o momento para se apaixonar, já que a percepção do que o encanta pode estar muito distorcida e inflada.

Mercúrio também migra para Leão de 26/06 a 19/07, favorecendo a comunicação cheia de entusiasmo que contagia positivamente os ouvintes.

Fechando o mês de Junho, entre os dias 26/06 e 28/06, Sol e Urano formam um Sextil. Isso eleva os ânimos, deixando você mais disposto a fazer mudanças pessoas ou implementar novos hábitos. Aproveite o momento!