Mês: março 2019

Ferramentas comportamentais: Marte

Uma das coisas mais interessantes no estudo da Astrologia é fazer uso de ferramentas comportamentais, algo que funciona quase como uma ‘magia’ astrológica. Como isso é feito e do que se trata? São atitudes adotadas em conformidade com o que de melhor se pode extrair de um período da vida, mesmo quando ele indica dificuldades. Tomemos como exemplo uma fase em que o planeta Marte está sob algum tipo de tensão (formada por aspectos tensos enviados por trânsitos ou progressões ou outra técnica de previsão): quando tal coisa ocorre com esse planeta, que lida com a sua agressividade e a dos outros, assim como com a necessidade de movimento e de sair da inércia, podemos intensificar nossas atitudes, nos tornarmos mais irritados ou lidarmos diretamente com pessoas rudes. Também podemos sofrer pequenos ferimentos, como quando nos distraímos ao cortar pão ou manipular alimentos e panelas quentes na cozinha, fazendo a barba e até mesmo  queimaduras com cigarro ou incenso. Esses “efeitos colaterais” são comuns com o trânsito de Marte. Entre outros efeitos, podemos pensar que é um período no qual somos desafiados, talvez por outros que nos provocam de algum modo alegando covardia ou falta de capacidade, por exemplo. Nesse contexto a necessidade de responder à altura e prontamente, algo bem característico do comportamento marcial, é bem evidente. A dica é recuar neste momento! Se alguém o apelida de um adjetivo que você sabe que não condiz com quem você é, qual a necessidade de retrucar? Procure contornar a situação, talvez passando a contenda a uma terceira pessoa que não esteja envolvida no problema e não sinta tamanha necessidade de uma resposta intensa, como no seu caso.

Claro que se você ficar encurralado, obviamente, não haverá alternativa a não ser responder. Provavelmente o provocador merecerá a bronca, mas o quanto for possível será melhor manter a distância. Enquanto Marte está aflito por aspectos tensos, não temos a mesma desenvoltura em competições ou enfrentamentos.

Neste período é importante evitar se colocar em situações reconhecidamente perigosas como esportes radicais, por exemplo, que exigem uma revisão de equipamentos de segurança. O ideal é fazer uma revisão bem severa de tudo antes de partir para a ação, caso você não consiga evitar se expor a esses riscos e isso inclui transitar por locais também reconhecidamente perigosos. Não convém contestar autoridades policiais, militares, nem entrar em discussões no trânsito. O que puder evitar, não pense duas vezes: evite, contorne e recue.

Outra dica é respirar fundo antes de lidar com situações estressantes, isso dá tempo para o seu sistema nervoso sedimentar os acontecimentos. Faça quase como se fosse um bom exercício de Yoga; inalando e retendo o ar lentamente algumas vezes. Isso acalmará e permitirá um raciocínio mais claro e uma ligeira redução dos batimentos cardíacos dos mais afoitos. As atividades físicas são sempre aliadas, quando realizadas de forma moderada. Não exagere nessa época com exercícios intensos, já que eles podem resultar em alguma pequena lesão.

As ferramentas comportamentais são bastante úteis e oferecem resultados muito bons para o enfrentamento de fases complicadas, como a mencionada neste post. Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Conheça o Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: https://www.ciadosastros.com.br/

Sinastria e a Interferência de Campo

Certamente você já deve ter ouvido falar sobre a técnica de sinastria, que é uma técnica usada para avaliar o nível de compatibilidade entre duas pessoas e, mais do que isso, que áreas são compatíveis e que áreas são divergentes a nível pessoal ou profissional.

A sinastria não determina se um relacionamento dará certo ou não, mas ela guiará você no que diz respeito a melhorias que podem ser feitas dentro dessa relação.

Há um aspecto que é muito pouco falado em astrologia, que é o de interferência de campo. Basicamente, o mapa de duas pessoas interferem e recebem interferências mutuamente. Isso acontece independentemente de um indivíduo querer interferir na vida do outro. Basta a simples existência de um em contrato ou pacto, ou seja, sendo sócio ou parceiro afetivo. Enquanto durar essa relação um acaba interferindo no mapa do outro. Mas como isso acontece?

Vamos supor que o Planeta Júpiter está em qualquer lugar do mapa do indivíduo ‘x’. Quando fazemos a comparação de mapas, esse planeta vai cair em algum lugar do mapa do indivíduo ‘y’. Vamos dizer que a simples existência desse elemento, Júpiter, no mapa da outra pessoa é capaz de expandir, melhorar e abrir portas sociais para algumas situações da vida dessa pessoa, como o Júpiter de um na 3ª casa do outro, que expande os interesses em estudos e jornadas em locais próximos. Isso acontece sem que seja necessário dizer ao outro ‘olha, vai estudar’, porque ele vai de qualquer modo. Em outros casos, o diálogo se faz presente, mesmo à distância, sem que seja necessário dizer ‘vamos conversar mais’, e assim por diante. Resumidamente, esse indivíduo terá um desenvolvimento maior com a ocupação de Júpiter nesta casa específica.

Agora vamos supor que o Júpiter do indivíduo ‘x’ caia na 10ª casa do indivíduo ‘y’, que diz respeito à reputação e status social. Pode acontecer, por exemplo, a seguinte situação: antes de conhecer o fulano, essa pessoa ainda não tinha destaque ou não era tão bem vista socialmente. O simples fato do fulano ‘y’ existir vai elevar o beltrano ‘x’, no que diz respeito ao contexto social, favorecendo situações em que este último ganhe mais prestígio.

Percebe como há uma interferência de campo, estando ou não conscientes as pessoas envolvidas numa relação pessoal ou profissional? Você pode aprender mais sobre esse tema no Curso de Formação em Astrologia da Cia dos Astros: www.ciadosastros.com.br

Céu de Março

O mês começou com Mercúrio em harmonia com Plutão (até o final do dia primeiro) e também com Júpiter (até 2/3). Além de ser muito positivo para viagens e todo tipo de atividade que envolva comunicação – falar em público, dar palestras, escrever textos e estudar – Plutão vai proporcionar autoridade e profundidade ao que é transmitido. Vênus também forma um aspecto positivo a Júpiter (de 1 a 2/3) e a Vênus (de 2 a 6/3), favorecendo as transações comerciais, as negociações de compra e venda fáceis e bem vantajosas, além de ser uma época muito propícia para a paquera, para a harmonia entre casais e para pedir e receber favores. Aproveite esse presente dos céus!

O Sol fica conjunto a Netuno em Peixes de 3 a 5/3 e isso vai aumentar a nossa sensibilidade às impressões mais subjetivas, como tudo que é ligado à arte ou ao universo imaterial. A tendência é não se fixar tanto em detalhes, mas observar o todo e as impressões sutis que elas revelam. A sua intuição estará em alta – basta ouví-la, embora a sua energia possa cair um pouco. Procure aumentar suas horas de sono nesse período para não se esgotar.

No dia 6/3 dois planetas ingressam no signo de Áries: Mercúrio até 16/5 (com uma retrogradação entre 23/3 e 14/4) e Vênus até 31/3. Ambos vão gerar impaciência, pressa e individualismo, mas em áreas bem diferentes. Enquanto Mercúrio em Áries vai provocar essas qualidades nas comunicações e nos deslocamentos (evite falar muito impulsivamente, mas não deixe de falar sem rodeios). Vênus, por sua vez, pode causar um certo ímpeto, gastos impulsivos ou alguma impaciência e desejo de independência nas nossas relações afetivas. O segredo aqui é não ir a extremos, mas aproveitar a energia dos astros para conseguir um bom equilíbrio e, assim, atingir o que queremos.

Júpiter inicia seu movimento retrógrado de 9/3 a 10/7, fazendo com que as questões regidas por esse planeta fiquem um pouco mais complicadas. As viagens para lugares distantes, o estudo, o ensino e as questões legais iniciadas nesse período podem ser mais lentas ou precisarão ser revistas. Por outro lado, seria um bom momento para reavaliar algum processo judicial já iniciado, e que precise de uma nova abordagem ou de novos argumentos. O mesmo vale para cursos, aulas e viagens já planejadas, que podem se beneficiar muito de uma reavaliação ou de um replanejamento.

Marte e Urano em trígono de 9 a 13/3 podem nos proporcionar muitas surpresas agradáveis. É a hora de tomar a iniciativa, mas de uma forma completamente original, instintiva e criativa. Fazendo dessa forma, a possibilidade de dar certo aumenta muito. Ouse fora da caixa!

Entre 10 e 12/3, Sol e Plutão em harmonia vão favorecer as tomadas de decisão, principalmente as que envolvem lidar com pessoas poderosas ou com questões financeiras.

Mas atenção: uma cautela é necessária: nesse mesmo período, Mercúrio em forte tensão a Saturno vai requerer cuidado na forma de se expressar para não ferir suscetibilidades ou se indispor com autoridades. É possível que os deslocamentos também sofram atrasos ou restrições – cuide para que os papéis e documentos estejam muito bem organizados e em dia para não lhe causar problemas. Vênus também entra em conflito a Saturno de 12 a 14/3, podendo causar embaraços e decepções nas questões afetivas e financeiras. Não se abale tanto com esses eventuais reveses, mas procure nesse período planejar alternativas consistentes para implementar logo após esse período. Felizmente, no mesmo período Sol e Júpiter formam um belo trígono, dando-nos uma salutar injeção de otimismo e autoconfiança.

Marte ingressa no signo de Capricórnio em 17/3, permanecendo até 15/5. Isso é muito positivo, porque Marte estará exaltado em Capricórnio, favorecendo todas as ações que são previamente planejadas e calculadas, assim como todo o esforço obstinado e continuado. Aquilo que tem bases sólidas e foi suficientemente maturado pode agora dar certo agora.

Em 20/3 às 13:15h de Brasília ocorre o ingresso do Sol em Áries, marcando o equinócio de outono no Hemisfério Sul e o início do ano astrológico. Devido à quadratura Sol-Marte desse momento, o ano astrológico, que ocorre a cada vez que o Sol entra em Áries, promete ser de muitas realizações, mas com muita impaciência, impulsividade, competição e atritos. Procure agir, mas mantenha o foco e evite na medida do possível os conflitos, principalmente nas atividades cotidianas do dia a dia e entre parceiros e cônjuges.

No dia 22/3 à noite, Mercúrio inicia seu movimento retrógrado que vai até 15/4. Quando Mercúrio está retrógrado, não é um bom momento para iniciarmos atividades em que a comunicação é fator determinante, como cursos, divulgações, publicidades, etc. Falhas de telefone, internet e má compreensão do que é dito podem ser frequentes. Os deslocamentos também são prejudicados, tornando as viagens e o trânsito travados, causando atrasos e transtornos. Por outro lado, esse período é muito positivo para rever posições, esclarecer e replanejar atividades que já estavam em curso.

Cuidado com o período que vai de 23 a 24/3, por causa do conflito armado entre Vênus e Plutão. As relações afetivas tendem a ficar bem tensas por ciúmes ou tentativa de controle sobre quem você gosta (ou dessa pessoa sobre você). Procure não entrar nessa vibração para não correr o risco de provocar exatamente o que teme, ou seja, perda ou abandono do ser amado.

Na sequência, Vênus fica em conjunto a Urano de 28 a 29/3, também indicando potencial para reviravoltas no campo afetivo (e também financeiro). Podem acontecer cortes bruscos e inesperados, mas também o surgimento de alguém bem interessante e completamente fora do usual.

Fechando o mês de Março acontece uma quadratura de Saturno ao Sol de 28 a 30/3, podendo surgir obstáculos à nossa vontade e ao que queremos. É comum também ficarmos um pouco mais conservadores, inseguros para tomar decisões e, com isso, inibidos. Não é hora para lances ousados. Pelo contrário, é hora para aquilo que já se provou que dá certo.

Na madrugada do último dia do mês, Vênus entra em Touro – seu lugar natural além de Libra – favorecendo as relações afetivas, a sensualidade, a sedução e a conservação dos nossos bens materiais. Aproveite que Vênus fica em Touro até 23/4 para usar isso a seu favor!