Mês: janeiro 2019

Previsões astrológicas: o que esperar do Brasil em 2019

Um ano novo chegou e, com ele, novas resoluções importantes para a vida de todos nós, inclusive para o Brasil. Temos a passagem de Júpiter pela casa 10 no mapa do Brasil. Quando Júpiter atravessa o mapa de alguém ou, como neste caso, de um país traz mudança, prosperidade, expansão e crescimento para o segmento onde ele está transitando.

A Casa 10 é o Poder Executivo, que aliás coincide com mudança de governo deste ano. Júpiter passando por esta casa expressa um momento que garante uma espécie de espaço de manobra para o Poder Executivo, presidência e assessores, atuarem de uma maneira não tão restrita, acorrentada e presa. Além disso, também é uma indicação de uma melhoria, prosperidade e avanço para o crescimento econômico no país. Facilita êxito nas medidas que possam resultar no desenvolvimento do Brasil e também um pouco mais de prestígio e reputação para o país em 2019. Essa fase deve ser aproveitada!

Por outro lado, temos um aspecto tenso na Casa 9; Urano oposto a Marte. Essa casa está ligada ao setor internacional, às relações internacionais e relações exteriores do Brasil, e também ao Poder Judiciário. Essa oposição Urano-Marte gera uma certa instabilidade, desconforto e estresse no cenário internacional. Podemos dizer que as pessoas responsáveis pela política externa do país tem que ser menos impetuosos, imprudentes e evitar medidas mais arriscadas que possam gerar afastamentos e rupturas de parceiros internacionais importantes.

A outra tensão presente na casa 9 do mapa do Brasil é em relação ao judiciário. Há um ar de estresse, tensão e provocação e mais tendência a conflitos com figuras proeminentes do Judiciário, ou entre elas, especificamente em 2019, nos meses de Maio-Junho, Outubro-Novembro, além de Fevereiro e Março do ano que vem.

Quer saber mais sobre as previsões astrológicas? Conheça o nosso Curso de Formação em Astrologia: www.ciadosastros.com.br

Céu de Janeiro

Todo início de ano marca um período para renovar propósitos para o futuro. Nesse sentido, o ano começa animado pelo ingresso de Marte em Áries, seu habitat natural, aumentando nossa energia e iniciativa para sairmos da inércia e avançarmos na direção dos nossos objetivos. No entanto, Sol e Saturno conjuntos em Capricórnio de 1 a 3/1 vão adicionar boa dose de realismo e pragmatismo às nossas ações, o que pode ser muito positivo para as suas efetivas concretizações, desde que o receio de avançar não seja excessivo.

Como Mercúrio passa por Capricórnio de 5 a 24/1, será um bom período para organizar papéis, documentos e montar estratégias de longo prazo. Entre 3 e 4/1 você deve aproveitar o trígono entre Mercúrio e Urano para pensar fora do padrão usual, e assim conseguir inovar e descobrir saídas originais e criativas para velhos problemas. Como o Sol e Netuno também fazem um sextil no período de 3 a 5/1 haverá uma ajuda celeste nesse sentido, aumentando sua intuição e inspiração.

No dia 6/1 Urano fica estacionário e inicia seu movimento direto até agosto, indicando mais novidades e mudanças nesse período. No dia 05/1 às 22h28 de Brasília ocorre um eclipse parcial do Sol em Capricórnio (Lua nova). Eclipses são eventos especiais, em que temos a chance de perceber o mundo sob outra ótica, como se a luz do local onde estamos desse uma piscada, nos fazendo perceber o que está ao nosso redor de uma forma diferente. Nos eclipses solares como esse, a Lua – energia passiva ou Yin –  apaga momentaneamente a energia consciente, ativa e solar (Yang), favorecendo os insights e lembranças relativos ao passado. Pode haver um saudosismo mórbido sobre as conquistas e sucessos passados, por até seis meses após esse eclipse. Isso acontece devido à conjunção da lunação com Plutão, principalmente para os nascidos no segundo decanato dos signos cardinais (Capricórnio, Câncer, Áries e Libra). Dezesseis dias depois, em 21/1, às 02h16 de Brasília, ocorre outro eclipse. Agora total da Lua cheia a 0º52’ de Leão, com Urano “quadrando” os dois luminares. Esse episódio pode marcar mudanças súbitas de crenças passadas, que são substituídas por novas e revolucionárias nos próximos meses, principalmente para os nascidos no primeiro decanato dos signos fixos (Leão, Aquário, Touro e Escorpião).

Vênus fica no signo de Sagitário do dia 7/1 a 3/2, despertando em nós o desejo de ampliação dos nossos horizontes, seja através de alguma reunião social com muita gente ou o desejo de experimentar uma culinária mais exótica em algum restaurante.

Mercúrio e Marte, que estarão em pé de guerra de 7 a 9/2, podem indicar propensão a muitas brigas, discussões e conflitos, principalmente verbais. É aconselhável uma cautela maior no trânsito e nos deslocamentos para se evitar acidentes e precipitações.

Júpiter e Netuno de 8 a 19/1 poderão nos ajudar a ver o lado mais colorido e romântico do mundo. Evite a ingenuidade, mas aproveite esses dias para dar uma chance para a arte, a música e as questões mais espirituais ou sutis, porque estarão mais acessíveis.

O Sol em Capricórnio encontra Plutão de 10 a 12/1 fazendo com que possamos atuar com maior determinação e deixando florescer nosso carisma e autoridade.

Do dia 12 ao 14/1, Saturno se une a Mercúrio, o que desperta um pensamento mais racional, pragmático e lógico.  Pode ser um ótimo período para tocar tarefas que exigem altos níveis de concentração e foco por longos períodos. Por outro lado, de 14 a 15/1, Mercúrio solta Saturno e se harmoniza a Netuno, facilitando mais o pensamento não linear e intuitivo em detrimento da razão absoluta. Logo depois, Vênus e Marte em trígono de 16 a 21/1 facilitarão muito a vida dos pares românticos. A libido e a sensualidade ficarão em maior evidência.

É bom ficar atento a conjunção de Mercúrio e Plutão de 18 a 19/1, já que esse episódio pode provocar uma comunicação penetrante e persuasiva, mas nem sempre muito doce…

Sol quadrado a Urano de 17 a 19/1 vai nos causar impaciência e excitação, junto com uma boa dose de desejo por maior liberdade. Procure ver as coisas sob outra perspectiva, será interessante.

Na manhã do dia 20/1 o Sol entra em Aquário, permanecendo neste signo até 18/2, favorecendo os encontros sociais, a elaboração de planos sobre o futuro sob uma abordagem original e de vanguarda.

De 19 a 23/1 Marte e Saturno se desentendem seriamente, dificultando muito as iniciativas. Seja paciente e persistente, evite abrir caminho a qualquer custo. De 20 a 22/1, Vênus entra em tensão com Netuno, desaconselhando-se fechar compras/vendas ou, até mesmo, abrindo os olhos para não ser enganado em questões envolvendo dinheiro. O julgamento da realidade fica obscurecido.

Como Vênus e Júpiter ficam em conjunção de 21 a 23/1, é um bom conselho evitar gastos excessivos até esse dia. Por causa da quadratura de Urano e Mercúrio de 22 a 23/1, é prudente planejar bem os deslocamentos com alguma antecedência e ter cuidado ao expor suas ideias nesse período, porque a mente de todos fica extremamente agitada e ansiosa, assim como as comunicações e o raciocínio entrecortado.

Não é um bom momento para negociar acordos ou conseguir a adesão das pessoas às suas ideias – evite impô-las. Mercúrio entra em Aquário na madrugada de 24/1 e lá fica até 10/2, facilitando nesse período o pensar fora da caixa e o surgimento de ideias inovadoras e à frente do seu tempo.

De 23 a 27/1 os céus nos presenteiam com um ótimo aspecto entre Marte e Júpiter, aumentando a nossa iniciativa, coragem, autoconfiança e sendo até favorável para atividades esportivas ou viagens. O fim do mês, do dia 28 a 31/1, ainda favorece as relações comerciais, divulgações e contatos de todos os tipos proporcionados pela conjunção Sol e Mercúrio. É bom ter um cuidado no dia 31, à partir do final da manhã, pois devido à quadratura de Marte e Plutão até 3/2 podemos ter situações explosivas e violentas. Convém evitá-las!

Conheça nosso Curso de Astrologia: https://ciadosastros.com.br/